sábado, 18 de julho de 2020

Estatuto Social- Erros chocantes que matam o desempenho da Sua ONG.





O Estatuto tem que dar as diretrizes da Criação e do Funcionamento de sua ONG, sendo que suas clausulas tem que estar de acordo com a legislação vigente, sem esquecer que existem cláusulas obrigatórias sob pena de nulidade do seu Estatuto.

Vejo muitas pessoas com boas intenções, e que querem fundar uma ONG baixando o Estatuto que encontrou na Internet, mas tal atitude pode trazer tristes consequências.

Fazendo uma analogia o Estatuto tem que ser como roupa bem costurada e ajustada a cada ONG, pois cada uma, mesmo atuando na mesma causa ou causa semelhante tem suas características próprias e diferentes formas de atuação.

Constato que muitas ONGs têm enfrentado grandes dificuldades por não terem aclarado em seu Estatuto as particularidades da sua Causa e de sua atuação.

Mas nem tudo está perdido, se você ainda não fundou a sua ONG e nem Elaborou seu Estatuto fique atento, não baixe o Estatuto da Internet, defina bem qual a Causa que vai atuar, siga a legislação, Agora se Você já fundou sua ONG e pensou que o seu Estatuto seria uma mera formalidade, faça uma análise de seu Estatuto veja se nele constam clausulas que amparam totalmente  a atuação da sua ONG, e depois disso se entender necessário providencie a  reforma de seu Estatuto e  certamente irá melhorar a performance de sua ONG.

Dica: Se prepare para nova realidade pós Covid-19, Aja Agora

#Estatutodeong #criacaoefuncionamentodeong #fundarumaong #baixarestatutodainternet  #suacausa #masnemtudoestaperdido #novarealidade #reformadeestatutoong #dirigentedeong #comofundarumaong #advogadoterceirosetorlegal #mentoriaparaong

terça-feira, 14 de julho de 2020

O que todo Mundo deveria saber sobre Mentoria.



Mentoria é uma ferramenta de eficiência comprovada por centenas de ONGs, tanto de grande como de pequeno porte e que o dirigente pode ter a sua disposição, a qual facilita e impulsiona a atuação da ONG.

Com a orientação de um profissional capacitado o qual, com alguns passos aponta ações e estratégias adequadas, evitando que se cometa erros, e assim possa ser atingir os objetivos da ONG.



#mentoria #ferramentadeeficiência #ongpequenoegrandeporte #dirigentedeong #atingirosobjetivosdaong #advogadoterceirosetorlegal #mentoriaparaongs #profissionalcapacitado



quinta-feira, 18 de junho de 2020

Vá captar recursos antes de ficar no vermelho


O grande erro das ONGs é que quando não sobrou dinheiro nem para pagar a conta da luz, a instituição decide que é hora de Captar Recursos.

Pois como Você sabe, não se consegue patrocínio ou apoiadores do dia para noite. Essas são atividades de médio a longo prazo.

Se prepare e não desanime- Mesmo respeitando todos os processos, Você vai ouvir muitos “nãos”.

Se você precisa de recursos para amanhã, deveria ter começado uns seis meses atrás.

Então não perca mais tempo- Vá captar recursos antes de ficar no vermelho.


 #naosobroudinheiro #captarrecursos #ficarnovermelho #dirigentedeong #

terça-feira, 9 de junho de 2020

As ONGs e a Ineficiência do Estado


Convivendo com a comprovada ineficiência do Estado em atender as demandas sociais da população, e ainda tendo leis nem sempre favoráveis, as ONGS que lutam para mudar as práticas governamentais e as leis, se quiserem ter sucesso devem buscar unir-se com outras ONGs que tem esse mesmo ideal de luta.

Quanto mais pessoas estiverem ao seu lado, mais forte será sua voz.

Se não houver a mobilização das ONGs, o Estado por si só não irá promover mudanças que venham amparar as ONGs, mas sim exigirá cada vez mais eficiência tanto na execução da parceria como na prestação de contas.

A alegação é que o dinheiro é público, sim, concordamos que tal recurso deva ser utilizado da melhor forma possível, mas por outro lado deveria o Estado proporcionar melhores condições de trabalho e ação para as ONGs e não tão somente cobrar o que próprio Estado não faz.

Se Você dirigente conhece alguma ONG que luta para ter melhores condições de trabalho una-se a ela. Se não existe,avalie a possibilidade de começar uma. Isso tornará sua ONG uma líder entre as demais.

Saiba que essa decisão exigirá tempo e comprometimento.

Talvez seja necessário recrutar pessoal e membros da diretoria que possam investir tempo e energia para que tudo saia como planejado.

Sucesso a todos.



#ineficienciadoestado #demandassociais #uniaodeforcas #mobilizacaodasongs #mesmoideal #ong #osc #dirigentes #comprovadaineficienciadoestado #dinheiropublico #advogadoterceirosetorlegal


quarta-feira, 3 de junho de 2020

As 3 etapas básicas para elaboração de projeto em grupo.



Tanto no âmbito privado quanto no âmbito público a cada dia aumentam as exigências para a aprovação, apoio ou Parceria para execução de um Projeto. Não basta a Causa ser nobre, se o projeto não apontar a efetiva mudança social que o projeto proporcionará certamente tal projeto não será aprovado e nem irá receber apoio para sua execução, isto é um fato.

Pela minha experiência de 14 anos atuando junto as ONGs constato que, quando, as pessoas se reúnem para a elaboração um projeto as diversidades de opiniões sempre surgem, e esse é um dos grandes entraves para o êxito do projeto e quando ocorre a “guerra do ego”, onde cada um quer impor sua vontade o projeto nem sai do papel. Triste realidade.

Então, como proceder?

Primeiramente o grupo deve eleger um mediador para conduzir as atividades, isso facilitará a mediação exatamente quando das diversidades de opiniões surgirem.

Por seu turno é importante que o mediador trabalhe com o grupo seguindo as três etapas:

1.Análise com o grupo do problema que se deseja enfrentar, ou da situação para que se deseja implementar alguma melhoria, com base na realidade atual apresentada sempre destacando a parte mais importante qual seja, a mudança social que o projeto proporcionará;

2.Com o grupo projete a situação futura de como será a realidade trazida pela execução do projeto ou dos objetivos que se deseja alcançar;

3. Trace as estratégias e ações que se utilizará para alcançar os objetivos.

Sucesso a todos.

Participe- E quais são os projetos da sua ONG? Compartilhe conosco.

 

 

 


terça-feira, 26 de maio de 2020

Você Sabe Como Fazer Um planejamento Estratégico?


O planejamento mantém você concentrado nas metas e permite organizar seu trabalho e alocar seus recursos com eficiência.

ONGs que planejam se saem melhor do que as que não o fazem, pois mantêm uma direção e foco claros.

Com o planejamento estratégico Você:

  • ·         Antecipará e evitará problemas;
  • ·         Os resolverá antes que se tornem crises.

Aqui, apresentamos o Planejamento Estratégico.

Mais o  que é planejamento estratégico?

O planejamento estratégico é uma maneira sistemática de avaliar onde sua ONG se encontra agora e onde ela quer estar no futuro.

Ele responde a perguntas sobre como a ONG será, o que fará e o que terá realizado em um período de um, três, cinco a dez anos a partir de agora.

Um plano estratégico começa pelos:

·         Valores,
·         Visão  
·         Missão  
·         Estabelece sua direção,
·         Prioridades
·         Metas.

O planejamento mantém uma ONG focada em sua missão.

  • ·         Ele orienta decisões sobre o desenvolvimento de projetos, novas parcerias e alocação de recursos, principalmente o dinheiro e o tempo da equipe.
  • ·         Ele fornece uma base para monitorar o progresso e avaliar os resultados.

As ONGs usam abordagens variadas para o planejamento estratégico. Algumas passam meses reunindo opiniões de uma ampla gama de partes interessadas, incluindo a diretoria, a equipe, participantes dos projetos, organizações parceiras, financiadores e outros, antes de elaborar seu plano estratégico.

Outras reúnem a diretoria e a equipe para uma reunião de elaboração de ideias com duração de um dia para fazer a mesma coisa.

Independentemente de como você o realiza, o processo de planejamento envolve as seguintes etapas:

1.    Identificar os principais problemas e questões.
2.    Fazer uma análise SWOT da sua ONG.
3.   Realizar uma reunião para discutir as descobertas da análise SWOT e tomar decisões sobre prioridades, metas e objetivo
4.    Preparar um plano estratégico final.

E a sua ONG, faz planejamento estratégico ou está como um barco à deriva ao sabor das ondas. Se a sua ONG estiver assim “à deriva” CUIDADO!  

Comece Agora a fazer o seu planejamento estratégico, pois se sua ONG, já enfrentava dificuldades antes do COVID -19, imagine como será depois.

Fica a Dica.

Quer ver o meu conteúdo com mais frequência?

Sempre Curta, Comente e Compartilhe meus posts.


segunda-feira, 25 de maio de 2020

7 dicas para construir um bom relacionamento entre: Sua Diretoria e Diretor Executivo


1.    Certifique-se de que os membros da diretoria e o diretor executivo entendam suas respectivas funções e responsabilidades.

2.    Desenvolva descrições de cargo por escrito para cada um.

3.  A diretoria define a política organizacional, autoriza os programas e aprova as despesas. Esta é a função de governança.

4.    A descrição do cargo afirma que a diretoria supervisiona e avalia o diretor executivo, que fica subordinado a ela

5.    O diretor executivo implementa as políticas e programas que a diretoria estabelece. Esta é a função de gerenciamento.

6.   A descrição do cargo afirma que o diretor executivo é responsável por contratar, supervisionar e avaliar todos os outros funcionários

7.   A diretoria precisa de informações sobre operações e desafios cotidianos da ONG para fazer seu trabalho de governança. O diretor executivo tem essas informações e precisam compartilhá-las voluntariamente com a diretoria. A colaboração próxima entre a diretoria e o diretor executivo fornece uma base sólida para as decisões que eles tomam juntos.


Quer ver o meu conteúdo com mais frequência?
Sempre Curta, Comente e Compartilhe meus posts.



sábado, 23 de maio de 2020

Só Leia este Post se Você for Criar uma ONG


Como construir uma diretoria eficiente e decidir quem deve participar dela?

Construir uma diretoria leva tempo. Tempo para encontrar pessoas com o equilíbrio certo de conhecimentos, habilidades e relações, e tempo para treiná-las para exercer suas funções.

Poucos membros da diretoria vêm para sua ONG completamente preparados para realizar todas as funções exigidas deles.

Pense em sua diretoria como um time – cada jogador tem sua posição. Trabalhando juntos, eles realizam o trabalho. Independentemente da posição em que cada um jogue, todos os membros da diretoria devem acreditar na missão da ONG e estar dispostos a trabalhar muito para promovê-la.

Fundadores de ONGs frequentemente começam convidando amigos, familiares e colegas – pessoas que conhecem e em quem confiam – para atuar na primeira diretoria. Depois que a ONG se estabelece, é preciso trazer pessoas com novas habilidades, experiências e pontos de vista à diretoria. Uma maior diversidade ajuda a diretoria a administrar uma organização mais complexa. 

Para criar uma diretoria mais diversificada, faça uma lista dos tipos de experiência, habilidades e relacionamentos de que a ONG precisa e onde você pode encontrar pessoas que os tenham.

Fonte: Guia das ONGs – página 42
Quer ver o meu conteúdo com mais frequência?
Sempre Curta, Comente e Compartilhe meus posts.

sexta-feira, 22 de maio de 2020

Você tem Medo Disso?




Quando membros da diretoria discordam

Às vezes, membros da diretoria discordam entre si quanto a uma decisão, política ou a melhor atitude a tomar.

Quando isso acontecer, reserve um tempo para discutir o motivo. 

Tente entender as perspectivas e o raciocínio por trás dos diferentes pontos de vista. Isto levará a uma discussão melhor e mais rica sobre as vantagens e desvantagens das diferentes abordagens e, em última instância, a uma decisão melhor para a ONG.

Se, mesmo após a discussão, os membros da diretoria ainda discordarem, talvez seja necessário colocar o assunto em votação e seguir a decisão da maioria.


Fonte: Guia das ONGs- página 40


terça-feira, 19 de maio de 2020

Você Está Sabendo Disso?


Como Fazer um Plano de Captação de Recursos.

Desenvolver um plano de captação de recursos significa responder duas perguntas básicas:

1.    Quanto dinheiro você quer captar; e de quem?

2.    Onde você pretende captar?

No seu plano, você deve criar objetivos realistas, com base nos custos para desenvolver seus projetos e manter sua organização hoje.

Assim como metas a serem atingidas que possam inspirar sua equipe, uma vez que ela entenda os impactos adicionais que seriam possíveis com a captação de mais recursos e apoio.

Seu plano também será um canal para detalhar suas fontes de receita, e quanto você espera de cada uma delas, sejam elas doadores individuais, empresas, fundações, governo ou geração de renda própria.

É importantíssimo ter diversas fontes de receita para que, se por acaso uma delas deixar de existir, você ainda possa contar com as outras.

Fonte: Guia Prático da Captação de Recursos- pag.27

Quer ver o meu conteúdo com mais frequência?
Sempre Curta, Comente e Compartilhe meus posts.

sábado, 16 de maio de 2020

Seu “Concorrente” Não quer que Você Leia este Artigo sobre Marketing Social.



O que é Marketing Social

É aquele feito pela própria ONG para promover sua causa.

“O Marketing de Causas é adotado por uma empresa para apoiar determinada causa. O Marketing Social, é adotado por uma organização sem fins lucrativos ou governamental para promover uma causa” (Kotler, 2012, p.693)

Ou seja, Marketing Social é o Marketing que sua ONG faz. Se sua ONG ainda não tem um pensamento de Marketing, segue um exercício abaixo de Planejamento de Marketing.

Planejamento de Marketing – Exercício norteador

Onde estamos?

1. Identifique o propósito da causa.
2. Determine o foco de cada programa.
3. Conduza uma análise de forças, fraquezas, oportunidades e ameaças.
4. Examine iniciativas anteriores e semelhantes e destaque os pontos fortes e pontos fracos de cada uma.

Onde queremos estar?

1. Estabeleça objetivos e metas.
2. Selecione os públicos.
3. Análise e identifique os públicos através de personas.
4. Analise sua concorrência direta e indireta.

Como chegaremos lá?

1. Projete quais ofertas (da causa) apresentará ao mercado através de campanhas. Crie um calendário de campanhas dentro da sua ONG.
2. Preço: estabeleça os custos com cada campanha e quanto precisa gerar de receita.
3. Praças: Escolha onde vai tornar a campanha disponível, tanto no meio off-line quanto no meio on-line.
Por exemplo: Minha campanha terá um evento de abertura (meio off-line) e dois meses de divulgação no Facebook (meio online).

4. Comunicação: Defina a estética, os layouts, os formatos, as mídias, a linha editorial das mensagens, o período, e exponha sua campanha.

Como permaneceremos no caminho certo?

1. Desenvolva um plano para avaliação e monitoramento. Aqui, é preciso definir as métricas de cada campanha, acompanhar e corrigir durante o processo.
2. Estabeleça orçamentos e descubra fontes de financiamento.
3. Conclua o plano de implementação.

Adaptado de: Kotler, Keller, Administração de Marketing, 2012)
Fonte: Marketing Digital pata o Terceiro Setor – Pgs. 10 a 14 – Priscila Campos

Quer ver o meu conteúdo com mais frequência?
Sempre Curta, Comente e Compartilhe meus posts.


quarta-feira, 6 de maio de 2020

Da possibilidade ou não da Assembleia/Reuniões pelo meio Virtual


Fato é que muitas OSCs (ONGs) estão com a gestão de sua diretoria vencida ou prestes a vencer.

Estando vencido o mandato da diretoria, um grande obstáculo se apresenta, qual seja, os bancos exigem que as movimentações e transações sejam executadas pelo representante legal da Entidade, o qual é foi eleito para representa-la ativa e passivamente.

Dessa forma, vencida a gestão, o representante legal ou seu procurador perde esse poder de representação e os bancos, não autorizarão qualquer movimentação/transação por pessoa que não mais se encontra legitimada para representar a Entidade. Tal fato certamente ocasionará sérios transtornos.

Em tempos de Coronavirus, como é de conhecimento de todos estão proibidas as reuniões de pessoas- Assim não há como convocar a Assembleia Geral para realização das eleições da Entidade.

Então como proceder?

Primeiramente, entre em contato com o Cartório onde sua OSC (ONG) se encontra registrada e se informe qual é o procedimento que aquele Cartório está adotando com relação a impossibilidade de se realizar presencialmente a Assembleia Geral para eleição da diretoria.

Fato a merecer especial destaque é que existe a possibilidade de adoção de procedimentos diferentes de um Cartório para outro, por isso a importância de se fazer contato.

Assembleia/Reuniões pelo meio Virtual

Se o Estatuto de sua Entidade já prever a possibilidade de convocação de Assembleia Geral para votação por meio virtual/eletrônico ou remoto, decididamente não haverá grandes dificuldades, mas de igual forma deve-se consultar o Cartório, o que se observa é que nessa situação os Cartórios tem sido mais flexível.

Agora, se o seu Estatuto não prevê a possibilidade de convocação da Assembleia Geral ou Reunião por meio virtual/eletrônico ou remoto, é de vital importância que se promova a reforma do Estatuto incluindo tal cláusula, e que tal clausula admita também a convocação de Assembleia Geral para que se leve a efeito votação por meio virtual/eletrônico ou remoto. Tal alteração trará maior flexibilidade e agilidade a sua Entidade, mesmo pós Pandemia do Corovirus.

O momento exige adaptações e agilidade, pois como aqui dito a representação legal da sua Entidade é imprescindível para sua existência, caso contrário ela estará acéfala, e estará atuando de forma irregular perante a lei.

Fonte: Podcast - Escola Aberta do Terceiro Setor – Realizado pela Dra. Ana Carolina Carrenho- Presidente da Comissão de Direito do Terceiro Setor de São Paulo.



#assembleiavirtual #Estatutodeong #advogadoterceirosetorlegal #gestaodediretoriavencidaong #representantelegaldaong #terceirosetoremfoco #terceirosetorlegal

 


Live -